Revista ASBRAV – Artigo Técnico

Diferentes sistemas de distribuição de ar têm sido utilizados em salas cirúrgicas. Estes sistemas devem prover adequada qualidade do ar interior, minimizar o risco de infecção, e estabelecer condições de conforto para a equipe médica e condições térmicas que não representem risco ao paciente que poderia desenvolver hipotermia. O objetivo deste artigo é discutir o estado-da-arte dos sistemas de ventilação e introduzir a metodologia de avaliação proposta em Melhado (2012). O método de estudo foi conduzido através de revisão bibliográfica. Sete sistemas de distribuição de ar com diferentes designs e aplicações foram identificados. Vantagens e desvantagens do uso de cada sistema são discutidas. A metodologia desenvolvida considera as seguintes etapas: (1) os grupos de interesse envolvido na fase de projeto e no uso do sistema são identificados; (2) os requerimentos e respectivos indicadores de desempenho são descritos, e as áreas de interesse a serem investigadas; (3) o método de avaliação combina o uso da simulação computacional, e situações a serem simuladas são sugeridas. A metodologia proposta tem como objetivo apoiar projetistas no desenvolvimento de sistemas de ventilação mais eficientes e os tomadores de decisão em hospitais a escolherem um sistema que melhor atenda suas necessidades. Resultados demonstram que há necessidade de pesquisas futuras e áreas a serem focalizadas durante o processo de projeto e de decisão dos sistemas de distribuição de ar de salas cirúrgicas.

Autores:

Mônica do Amaral Melhado, PhD

Arquiteta no MoAM Archi + Design

e-mail: monica_melhado@yahoo.com.br

Confira aqui o artigo em sua íntegra

Edição: Marcelo Matusiak

Coordenação: Marcelo Matusiak