Notas e lançamentos

Engenheiro revela que os maiores investimentos em uma obra, hoje no Brasil, são em acabamento e não à sua infraestrutura. Ele atenta que isso precisa mudar, já que são os detalhes por baixo das paredes que garantem a segurança das pessoas e do patrimônio.
Geralmente ele fica escondido em lugares de pouco movimento. E, em uma obra, muitas vezes não recebe a atenção merecida. Este é o Painel Elétrico de distribuição: um equipamento extremamente importante para a segurança de casas e demais estabelecimentos.

Esses equipamentos são destinados a receber energia elétrica de uma ou mais fontes de alimentação e distribuí-las aos circuitos de uma casa, por exemplo, além de proteger os circuitos por meio de dispositivos como os disjuntores. E, por conduzir eletricidade, é importante que eles sejam certificados, alerta o engenheiro eletricista e também diretor da Engerey Painéis Elétricos, Fábio Amaral

“A necessidade da certificação é resumida em duas palavras: segurança e eficiência. Assim, eles passam por testes que assegurem que todos os seus dispositivos estão funcionando adequadamente”, afirma o especialista.

Segundo Amaral, todo o projeto de rede elétrica deve ser desenvolvido para garantir a proteção dos usuários, bem como a segurança do imóvel e dos seus bens materiais. Uma instalação elétrica segura é também eficiente, pois as perdas de energia (sob forma de calor nas conexões e demais componentes) serão minimizadas, contribuindo com a redução do consumo geral. Por isso, a importância da certificação para quadros elétricos.

Válida desde 2016 em todo o Brasil, a norma NBR IEC 61439-3 parametriza desde a fabricação até a montagem de painéis de distribuição de uso inadvertido, como são chamados tecnicamente os quadros elétricos residenciais. Esta normativa segue as regulamentações gerais da família NBR IEC 61439, que, resumidamente, diz que todos os painéis elétricos necessitam passar por testes listados, incluindo os por ensaios e os por tipo, que devem ser realizados em laboratórios certificadores.

“Os painéis certificados são totalmente testados e não deixam brechas para acidentes. Mas, infelizmente, são instalados habitualmente em estabelecimentos comerciais e em indústrias e não em residências. Contudo, o investimento também é extremamente necessário no ambiente residencial. Nada vale mais que a vida e a segurança de nossos familiares”, explica Amaral.

Fábio conta que, no Brasil, os investimentos maiores em uma obra são destinados ao seu acabamento e não à sua infraestrutura. “Isso é uma cultura que precisa mudar em nosso país. É preciso atentar para os detalhes por baixo das paredes, que muitas vezes ficam escondidos, mas que garantem a segurança das pessoas e do patrimônio”, afirma.

O engenheiro alerta que, além de optar por um Painel Certificado na hora de construir, é importante contar com empresas certificadas para realizar a execução de um projeto elaborado e, ainda, com profissionais capacitados para a instalação, que sigam as normas NBR 5410 (norma que regulamenta as instalações elétricas em baixa tensão) e NR-10 (segurança em instalações e serviços em eletricidade).

Todas essas precauções não são em vão. Fábio Amaral conta que a falha em um painel elétrico pode causar não só a interrupção do fluxo de energia, mas, principalmente, acidentes de grandes proporções, como incêndios e choques elétricos, que podem custar a vida de pessoas.

Redação: Assessoria de comunicação: Engerey
Edição e coordenação: Marcelo Matusiak