Medida foi saudada pela ASBRAV – Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar-Condicionado, Aquecimento e Ventilação

A inclusão do item foi feita no Decreto Federal publicado na quarta-feira (29/04). Pela redação do documento assinado pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, ficam autorizadas atividades de produção, distribuição, comercialização, manutenção, reposição, assistência técnica, monitoramento e inspeção de equipamentos de infraestrutura, instalações, máquinas e equipamentos em geral, incluídos elevadores, escadas rolantes e equipamentos de refrigeração e climatização.
“Recebemos a notícia com alívio e satisfação. Foi fruto de um trabalho conjunto de várias entidades do setor, o que inclui a ASBRAV. A ANVISA já havia feito esse reconhecimento de que a climatização e refrigeração são atividades essenciais. É importante que as autoridades compreendam que o cuidado com a renovação do ar em ambientes fechados é fundamental para prevenção da propagação de doenças respiratórias e a manutenção e instalação adequada de equipamentos fazem parte desse processo. Vimos já notícias, inclusive, de hospitais de campanha que fizeram essa colocação de equipamentos de forma absolutamente errada, o que aumentaria a chance de propagação do vírus”, explica o presidente da ASBRAV, Eduardo Hugo Müller.
A mudança foi publicada no “Diário Oficial da União” (DOU) da quarta-feira (29) e já está em vigor.