Revista ASBRAV – Artigo Técnico

Uma proposta arquitetônica de uma habitação residencial pré-fabricada de balanço energético nulo foi analisada neste trabalho, em relação à soluções passivas de climatização com foco para a ventilação natural. Diferentes estratégias foram avaliadas por simulações computacionais através do programa EnergyPlus para um ano na cidade de Brasília e outras capitais. As simulações, foram efetuadas tanto para o modo de ventilação natural quanto para o de climatização híbrida usando a ferramenta Airflow Network para a modelagem dos fluxos de ar através dos ambientes internos. Para a determinação dos parâmetros de envoltória e sombreamento do edifício, foi utilizado o programa OpenStudio. Os resultados obtidos mostraram que a ventilação natural em Brasília é uma estratégia bastante efetiva para minimizar as condições de desconforto térmico quando se consideram apenas as horas em que o ambiente está ocupado e um modelo adaptativo para definição das condições de conforto. Para outras capitais e para edificações comerciais há um aumento expressivo do número de horas de desconforto requerendo-se a adoção de outras medidas para garantir o conforto. Sendo assim, são propostas no artigo o uso de soluções hibridas envolvendo outros processos.

Autores:

Vitor de Castro Nobre – vitorcnobre@yahoo.com.br

Larissa Olivier Sudbrack – larissa.sudbrack@gmail.com

Claudia Naves David Amorim – clamorin@unb.br

João Manoel Dias Pimenta – pimenta@unb.br

Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Mecânica

LaAR – Laboratório de Ar Condicionado e Refrigeração, www.facebook.com/UnB.LaAR

Universidade de Brasília, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo