Análise da qualidade do ar interno de um centro cirúrgico

Revista ASBRAV – Artigo Técnico

A qualidade do ar que as pessoas respiram está diretamente relacionada ao conforto e qualidade de vida, no caso específico de unidades de saúde, influencia diretamente no tempo de recuperação dos pacientes e na ocorrência de infecções hospitalares. Alguns fatores químicos, físicos e biológicos contribuem para o desenvolvimento de microrganismos e dispersão dos contaminantes no ar. Estabelecimentos como hospitais, necessitam de um sistema de climatização bem projetado e de um cronograma de procedimentos adequado a cada tipo de ambiente, para que a saúde dos pacientes não seja comprometida.

Autores:

Sylvia Katherine de Medeiros Moura – sylviakatherine1995@gmail.com

Antônio Calmon de Araújo Marinho – Antonio.Marinho@ebserh.gov.br

Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) , www.ebserh.gov.br

Wagner Amadeus Galvão de Souza – amadeusgalvao@gmail.com

Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), www.cbtu.gov.br

Angelo Roncalli Oliveira Guerra – aroncalli@uol.com.br

Universidade Federal do Rio Grande do Norte, www.dem.ufrn.br

Confira aqui o artigo em sua íntegra

Edição: Marcelo Matusiak