Diretor técnico da ASBRAV explica quais são os cuidados que devem ser tomados

Depois de uma semana inteira de chuva, as roupas sujas e molhadas se acumulam nas áreas de serviços e máquinas de lavar por todo Rio Grande do Sul. Quando o tempo melhora um pouco, é retomada a saga de levar as roupas para o varal. Volta a chover e as roupas retornam aos baldes e varais internos. Porém, de acordo com a ASBRAV – Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação, qualquer equipamento de ar condicionado pode ajudar nesses casos.

O diretor técnico da ASBRAV, Ricardo Vaz, explica que fechar a casa e ligar o ar condicionado para secar as roupas não prejudica a saúde, nem prejudica o equipamento, desde que alguns cuidados sejam tomados.

– Quando ligamos o ar condicionado, em dias normais de calor, o aparelho retira a umidade do ambiente e deixa o local com umidade relativa do ar em aproximadamente 50%, o que é bom para a saúde. Então, em dias como os atuais, de chuva e com calor, é possível utilizar o condicionador de ar para ajudar a secar as roupas. Aconselho deixar a temperatura em 22°C – salienta Ricardo Vaz.

Entretanto, segundo Vaz, quando a temperatura estiver abaixo de 20°, o aconselhado é ligar o ar condicionado no modo de aquecimento.

– Nos dias de frio abaixo de 20°, se houver pessoas no ambiente recomenda-se operar o condicionador no modo aquecimento, que também irá ajudar a secar as roupas, porém demora um pouco mais – destaca.

A dica da ASBRAV para evitar problemas no condicionador de ar é não pendurar as roupas no equipamento, mas deixá-las no ambiente com uma boa distância. Deixar o equipamento ligado, com o ambiente fechado, e estender as roupas em varais internos ou portáteis. Além disso, usar um ventilador direcionado pode ajudar a secar mais rápido. Outra recomendação é programar o controle para temperaturas entre 21 a 24°C, para não consumir energia em excesso.