Troca segura de fluidos refrigerantes que degradam a camada de ozônio, chamada Retrofit, começa a ser praticada em salas de aula do CTRC; medida está alinhada com as diretrizes do Protocolo de Montreal. Alunos trocaram o produto R-22 de dois condicionadores de ar pelo fluido refrigerante ambientalmente aceito ISCEON® MO99

São Paulo (SP) – O CTRC – Centro de Treinamento em Refrigeração e Climatização, instituição de ensino técnico estabelecida em São José do Rio Preto (SP), no interior do estado de São Paulo, realizou em sala de aula uma operação de Retrofit* envolvendo dois equipamentos de
ar-condicionado residencial.
Sob a supervisão do professor Américo Martins, os alunos do módulo II de Manutenção Avançada do CTRC realizaram a substituição do fluido refrigerante HCFC-22, ou R-22, que degrada a camada de ozônio, pelo produto alternativo ambientalmente aceito ISCEON® MO99. Os aparelhos de ar-condicionado alvos desse procedimento apresentam capacidade de  12 000 BTUs e 9 000 BTUs.
Os fluidos refrigerantes são produtos químicos responsáveis pelas trocas térmicas nos sistemas de climatização e refrigeração, conferindo a propriedade de frio ou calor a esses equipamentos. A substituição dos fluidos refrigerantes HCFCs constitui uma das questões mais importantes no cenário do setor de refrigeração no Brasil e é regulada pelo Protocolo de Montreal. Firmado na década de 1980 por mais de 150 países, o Protocolo de Montreal estabelece metas para a eliminação de vários HCFCs, a exemplo do R-22.
“O trabalho foi um sucesso. O funcionamento dos aparelhos se mostra bem acima de nossas expectativas. Vale ressaltar que o fluido refrigerante ISCEON® MO99 é fácil de trabalhar, as pressões são semelhantes às do R-22 e o rendimento do novo produto é muito bom”, destaca o professor Américo Martins.
Especialistas do setor apontam o fluido refrigerante ISCEON® MO99 como substituto ideal do R-22. Além do bom rendimento que comprovadamente transfere aos equipamentos, o produto apresenta GWP ou potencial de aquecimento global menor em comparação a outros HFCs substitutos do R-22. Esse indicador é 42% menor ao do R-404A, por exemplo. ISCEON® MO99 é ainda compatível com os lubrificantes a base de óleo mineral (OM), alquibenzeno (AB) e poliol éster (POE).
O professor Martins assinala que a escola incluirá os procedimentos de Retrofit em todos os treinamentos. “Os alunos sairão daqui aptos a atender bem ao mercado e ao mesmo tempo dar contribuições relevantes para a preservação da camada de ozônio”, acrescenta Martins.
O Centro de Treinamento em Refrigeração e Climatização mantém uma parceria com a empresa Refrigeração Cacique, distribuidora da DuPont para a região de São José do Rio Preto, na realização dos treinamentos de Retrofit, segundo explica Américo Martins Junior, representante da instituição. “Nós sempre buscamos trazer aos nossos alunos o que há de mais novo em tecnologias e fluidos refrigerantes”, finaliza Américo Júnior.
* Retrofit = Conversão de equipamentos que contêm CFCs ou HCFCs, para operar com fluidos refrigerantes que apresentam zero potencial de degradação da camada de ozônio.