Cerca de 200 pessoas estiveram no evento que ocorreu no Restaurante Panorama, na PUCRS

O ano de 2016 não termina com dados positivos para o setor refrigerista. Com instabilidade econômica e incerteza política, os empreendedores do segmento tiveram dificuldades para trabalhar. Criatividade e diversificação são os principais aspectos apontados pela presidente da ASBRAV – Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado Aquecimento e Ventilação, Hani Lori Kleber, para que o mercado melhore no próximo ano.

– Foi um ano difícil pela crise econômica e pela indefinição política. Tivemos momentos sem saber como seria o próximo dia. Aos poucos, as coisas vão se organizando. Em 2017 ainda será difícil, mas não podemos desanimar. Nossos empreendedores não desanimam e estão sendo muito criativos para encarar a crise – relatou.

O assunto foi tratado na Noite do Clima, tradicional evento de final de ano da ASBRAV, que ocorreu na noite de quinta-feira (24/11). A avaliação negativa de 2016 também foi salientada pelo 2° vice-presidente, Luiz Afonso Dias. O empresário, no entanto, espera que o próximo ano já apresente alguma melhora.

– Foi um ano complicado, mal conseguimos manter números de 2015. Porém, os empresários estão começando a acreditar em 2017 de maneira mais positiva. Esperamos que haja uma evolução e que o mercado melhore – destacou.

O presidente da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA), Arnaldo Basile, também esteve na festa de final de ano da ASBRAV e projetou o ano de 2017 no segmento refrigerista.

– Eu estou otimista que tenhamos um começo de recuperação no primeiro semestre de 2017. Pequeno, mas um crescimento já nos primeiros seis meses. Nosso setor é de empreendedores e empresários que acreditam no seu negócio. Queremos que o mercado evolua e trabalhamos forte para isso – ressaltou.

Uma avaliação do ano de 2016 também destacou aspectos positivos dos eventos e qualificações promovidas pela ASBRAV. Idealizador do Seminário de Refrigeração, que ocorreu durante a 10° edição do Mercofrio, e diretor da ASBRAV, Marcelo Marx salientou a importância do encontro, que reuniu fabricantes e usuários.

– Nosso objetivo era unir o fabricante com os usuários num mesmo fórum de debates de maneira inovadora no país. Foi um evento inédito e já estamos pensando nas próximas edições. Os principais assuntos discutidos foram o aumento da energia elétrica, os fluidos refrigerantes e as novas tecnologias do nosso segmento. Foi uma ótima experiência e queremos repetir nos próximos anos – lembrou.

A confraternização ocorreu no Restaurante Panorama, no Prédio 41 da PUCRS. Cerca de 2.000 pessoas participaram da Noite do Clima.