Sistema desenvolvido nos Estados Unidos que oferece menor consumo de água e maior eficiência foi detalhado em palestra na capital gaúcha
Um tratamento químico, sem o uso de produtos químicos. A fórmula inovadora para equipamentos de refrigeração foi apresentada em evento na ASBRAV – Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação na noite de quinta-feira (25/02). A tecnologia é desenvolvida nos Estados Unidos, na cidade de Denver. É aplicado em torres de resfriamento e condensadores evaporativos, geralmente presentes em hospitais, shoppings centers, hotéis e mercados.
No tratamento químico tradicional, incrustações e crescimento biológico reduzem a eficiência de transferência de calor. Além disso, pode disseminar doenças como a Legionella e Pneumopyla. A corrosão pode danificar permanentemente o sistema. O Sistema Silver Bullet elimina a necessidade de manuseio de produtos químicos perigosos e controlados.
– Entre as vantagens sobre os métodos tradicionais estão a prevenção do crescimento biológico e controle da incrustação e corrosão. Reduz o consumo de água em até 35% proporcionando aumento de eficiência energética. Reduz a manutenção e desgaste de equipamentos de refrigeração. Além disso, reduz a quantidade de produtos químicos perigosos armazenados – afirmou o vice presidente de negócios internacionais da empresa Silver Bullet, Scott Charter.
A palestra foi promovida em parceria com a Grako Engenharia. O processo usa lâmpadas UV que extraem oxigênio para criar o processo de Oxidação avançado. O gás é insuflado na água da torre de resfriamento. A carga negativa H202 mantém o Cálcio dissolvido permitindo o aumento de ciclos de concentração. Assim, o teor de mineral presente na água aumenta e reduz a