A contratação de técnicos especializados na instalação do produto também garante melhor eficiência e performance.

Eficiência e boa performance é o que todo consumidor procura ao comprar um ar-condicionado. Para isso a Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação (ASBRAV) enfatiza que, para tal rendimento do produto, é necessário garantir os procedimentos corretos de instalação e de testes. Além disto, prestar atenção em itens como o vazamento em tubulações e dutos, evacuação de sistemas de refrigeração, qualidade dos materiais e componentes aplicados. Em tempos de aumento na conta de luz, o consumidor deve estar atento também à energia gasta pelo equipamento. Informação essa que se obtêm através do selo de qualidade Procel.

– Os equipamentos de ar-condicionado de classe A e B são os mais indicados, pois, contêm baixo consumo de energia – indica o conselheiro técnico da ASBRAV, César Augusto De Santi.

Após estes cuidados, o comprador deve, também, cuidar em selecionar um profissional técnico credenciado para analisar o tamanho do ambiente a ser climatizado, as condições solares do local e ajustar periodicamente a manutenção.

– A falta de manutenção pode levar à parada do aparelho, portanto, sugiro sempre a consulta a um profissional habilitado, engenheiro ou técnico mecânico que participe e se responsabilize por todas essas etapas – assegura o diretor técnico da ASBRAV, Ricardo Vaz de Souza.

Com estes cuidados, e independentemente da marca, o consumidor pode ter a garantia de que obterá 100% de eficiência do seu produto.