Notas e Lançamentos

Em resposta a uma mudança global do R410A e do R22, a Danfoss adicionou um portfólio completo de componentes para ajudar os fabricantes a desenvolver sistemas de ar condicionado com o R32.

Com seu potencial de aquecimento global (GWP) relativamente baixo em GWP-675, alta capacidade e eficiência volumétrica, menor preço de compra e encargos do sistema, o R32 se tornou uma das alternativas mais populares ao R410A – junto com o R452B e o R454B – sistemas de ar-condicionado e bombas de calor.

Após o lançamento do portfólio de refrigerantes múltiplos para R410A, R452B e R454B no início deste ano e em resposta à alta demanda, a Danfoss anunciou uma gama completa de componentes que permitem aos fabricantes projetar sistemas R32 de até 700kW / 260TR.

O portfólio inclui:

– Compressores scroll DSF de velocidade fixa com IDVs, otimizados para R32 (gama completa disponível até o fim de 2020).

– Trocadores de calor com microplacas (design MPHE-Z), otimizados para R32 (gama completa disponível até o fim de 2020).

– Trocadores de calor por microcanal (MCHE) adaptados para R32.

– Válvula de expansão eletrônica Colibri® (ETS C) e válvulas de expansão TGE e TR6.

– Protetores do sistema e componentes de linha, como válvulas de retenção NRV, válvulas esfera GBC, válvulas STF de 4 vias, válvulas solenoides EVR v2, interruptores ACB e sensores DST P110, DML e DCL para secadores de filtros residenciais e DCRE para unidades de ar condicionado maiores, visor de líquido SG, todos qualificados para o R32. A compatibilidade foi verificada com todas as matérias-primas e as conexões acima de 25 mm são todas validadas de acordo com a categoria II do PED, exceto o EVR v2, e com a aprovação dos EUA.

É importante ressaltar que o design scroll da Danfoss permite que os fabricantes aproveitem ao máximo as propriedades termodinâmicas do R32, com mais 10% de capacidade volumétrica para o mesmo tamanho de compressor. Esse design otimizado melhora a relação $/TR- €/kW. Também mitiga o impacto da alta temperatura do gás de descarga, sem a necessidade de uma injeção cara de líquido ou vapor – um benefício de custo aplicado significativo – e permite um amplo mapa operacional, adequado para uso em sistemas reversíveis.

Assim como a linha DSH de multi-refrigerante da Danfoss, a linha DSF é equipada com a tecnologia IDV (válvula de descarga intermediária) para atender aos mais recentes requisitos de eficiência sazonal.

“Em todo o mundo, os fabricantes de ar condicionado estão se afastando do R410A. Ao adicionar uma nova gama de produtos R32 no topo do nosso portfólio existente de refrigerantes R410A, R452B e R454B, estamos comprometidos em fornecer a mais ampla gama de opções para nossos clientes”, comenta Matthieu Stoll, diretor de marketing do segmento da Ar Condicionado da Danfoss Cooling.

Redação: Assessoria de Imprensa Danfoss