Tecnologia foi apresentada em palestra na Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação (ASBRAV) em Porto Alegre

Uma tecnologia aplicada em ventiladores eletrônicos é um dos aliados recentes na busca pela melhor qualidade do ar em ambientes fechados e controle de temperatura. O gerente de mercado da Ebm-paspst Motores Ventiladores, Rafael Lopes da Costa, comenta que qualquer um dos elementos pode ser controlado a partir do uso da tecnologia.
– A tecnologia de ventiladores eletrônicos é diferenciada, permite o controle de velocidade e converte corrente alternada em contínua. Com isso, se tem um motor com uma característica diferente que traz benefícios como estabilidade do sistema seja para o gás carbônico, temperatura ou umidade. Qualquer parâmetro que você determinar ele consegue manter o padrão desejado pelo usuário – afirmou.
O funcionamento do equipamento é simples. Durante palestra na sede da ASBRAV na tarde de quarta-feira (12/11) foram feitas demonstrações. Se há uma demanda maior de ventilação ele se adapta a esse contexto, reduzindo o ruído e consumo de energia, assim que houver a queda na necessidade.
– Pode ser comparado com o que se chama “on demand” entregando exatamente o que o usuário precisa. Com uma redução da velocidade de 10%, se consegue uma economia de 27% no gasto de energia elétrica – completa Rafael.
Diversos fatores podem causar variação na temperatura, umidade e quantidade de gás carbônico em um ambiente. Entre eles estão: abertura e fechamento de portas e a troca do número de pessoas em uma sala, por exemplo. A Ebm-papst criou a tecnologia em 1965 e os motores EC (eletronicamente comutado) ganham cada vez mais espaço no mercado diante da busca incessante por sustentabilidade e ganhos de eficiência.