Representando o presidente da Firjan, o ministro das Cidades, em gestões anteriores, Márcio Fortes, abriu a cerimônia falando sobre a nova legislação trabalhista. “Há necessidades de se fazer reformas, para que o Brasil possa andar, diminuindo a quantidade de processos trabalhistas no Brasil”, comentou.
Márcio Affonso, que deixou a presidência do Sindratar-RJ, agradeceu a todos que o apoiaram, durante sua gestão.
Guilherme Mello, presidente eleito, disse que o sindicato existe para trazer benefícios aos seus associados. Ele falou sobre as ações que o Sindicato fará, para atender às necessidades de seus enquadrados. “Sou otimista, apesar do cenário. Vamos construir um sindicato ainda melhor, nos próximos anos”, disse.
Arnaldo Basile, presidente da Abrava, falou em fortalecimento do setor, mas treinando também os usuários dos sistemas de refrigeração, aquecimento, tratamento de ar e energia solar.
Sérgio Helfensteller, presidente do Comitê Nacional de Climatização e Refrigeração também falou sobre a qualificação do setor e atuação junto aos poderes públicos.
Carlos Trombini, presidente do Sindratar-SP, falou sobre o desafio da nova presidência e a possibilidade de investimentos no setor.