Revista ASBRAV – Artigo apresentado no Mercofrio 2018

Tendo em vista as mudanças climáticas e aumento de exigências normativas relacionadas à qualidade do ar interior (IAQ), o processo de tratamento do ar e climatização vem perdendo sua ligação restrita com o conforto térmico. Levando-se em conta o valor expressivo do consumo energético e dos custos de manutenção dos sistemas de ar condicionado nas edificações, torna-se indiscutível a importância do controle dos processos de manutenção e gestão de custos relacionados a esses sistemas. Além disso, a inexistência de fluxos padronizados de manutenção e troca de filtros compromete a eficiência do processo e impacta nos gastos e na qualidade do ar. Neste estudo aborda-se, sob a perspectiva da manutenção preditiva, os diversos benefícios obtidos com o controle do processo de troca de filtros por saturação conforme valores determinados pelo fabricante, que podem ser monitorados por meio da correta instalação de sensores de pressão nos equipamentos, com possibilidade de leitura direta ou geração de alarmes nos sistemas automatizados, permitindo a detecção do momento ideal da troca dos filtros, e garantindo a qualidade do ar ambiente, a eficiência energética e a redução de custos com trocas desnecessárias. Com foco na manutenção pela condição do sis-tema, foram medidas pressões diferenciais de filtros HEPA de fan coils cuja troca dos filtros era realizada por tempo e os resultados apontam uma redução de custos com a implementação do processo de monitoramento da saturação.

Autores:

Isabela Corrêa e Castro – isabelaccastro@gmail.com1

1ASHRAE YEA Member

Arthur Lacerda Portugal da Silva – arthurportugal@yahoo.com.br 2

Frederico Romagnoli Silveira Lima – fredericolima@cefetmg.br 3

2, 3 Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG), Departamento de Engenharia Mecânica,

http://www.dem.cefetmg.br/

2,3 ASHRAE BH Student Branch

Confira aqui o artigo em sua íntegra