Mercofrio 2016, organizado pela Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação (ASBRAV), acontece na Fiergs, em Porto Alegre (RS)

A evolução constante das tecnologias e como elas interferem nas construções é o tema central das palestras da 10a edição do Mercofrio, que ocorre na Fiergs, em Porto Alegre, até quinta-feira (15/09). O conteúdo do evento em 2016 “Simulando, Construindo, Verificando” mostra uma realidade presente no dia-a-dia dos profissionais.

– Estamos focados no fato de que os recursos tecnológicos existentes permitem fazer simulações importantes que prevêem os resultados em nossos projetos. Além disso, a verificação de resultados é que permite que em sistemas automatizados tenhamos um feedback muito preciso para saber se aquilo que foi previsto em projeto se tornou realidade – afirmou o diretor do Mercofrio, Mário Alexandre Ferreira.

Na solenidade de abertura, a presidente da ASBRAV, Hani Lori Kleber, saudou o público participante ressaltando o impacto que o setor exerce na economia do país.

– O Congresso Mercofrio tem grande reconhecimento nacional e proporciona troca de experiência entre empresas, universidades e profissionais de nossa área. Tenho certeza que com o empenho e dedicação dos profissionais de nosso setor contribuímos para o crescimento social e econômico do Brasil- afirmou.

O presidente da Chapter Brasil ASHRAE, Wili Hoffmann, ressaltou a influência que toda tecnologia existente em climatização e refrigeração exerce na vida das pessoas valorizando a importância do debate.

– Fiquei impressionado com a qualidade dos profissionais que participam. Quanto temos um evento com esse nível nos enche de orgulho poder participar – disse.

Já o presidente da ABRAVA. Arnaldo Basile, destacou o interesse comum da entidade com o evento em assumir o compromisso de difundir tecnologias e melhores práticas no setor.

– Temos consciência da importância de nosso setor para economia nacional e também em temas ligados a preservação ambiental – declarou.

Futuro sustentável e conectado

A ideia de que o futuro sustentável não é só uma questão pontual para ser discutida e sim uma séria preocupação global foi o alerta principal na primeira palestra do segundo dia do Mercofrio. O tema foi apresentado pelo ex-presidente da ASHRAE, Terry Townsend. A palestra “Energy Goals and Integrated Design” provocou os presentes a uma reflexão sobre a importância de haver um guia que funcione como referência para arquitetura e engenharia nos processos construtivos.

Gilberto Dantas, da Johnson Controls, foi o segundo painelista e mostrou que a preocupação com o consumo de energia na operação de sistemas de climatização em ambientes de missão crítica é uma prioridade cada vez maior dos projetos em execução, levando os fabricantes a desenvolverem equipamentos capazes de operar com faixas de temperaturas e unidades mais amplas.

– As maiores economias, em meio ao processo de implantação de equipamentos, estão no controle mais preciso do processo. Na verdade o grande potencial de economia de energia nesse tipo de instalação esta diretamente proporcional ao quanto se consegue separar o ar frio do ar quente – apontou Dantas.

O norte-americano William Sandoval abordou o tema “A Internet das Coisas”, tratando de seus impactos para o setor HVAC. Segundo ele, a evolução deste tipo de processo em nível mundial é uma grande oportunidade de negócio que os empreendedores da área refrigerista devem saber aproveitar. Para Sandoval, a Internet das Coisas pode representar significativa redução de custos no controle inteligente de prédios e equipamentos.

Ao longo do segundo dia de realização do Mercofrio, também ocorreram palestras sobre novas tecnologias de controle para centrais de água gelada, com Leandro Pereira, da Armstrong; centrais térmicas eficientes, com Luciano Marcato, da Daikin; benefícios do uso de gás natural em climatização, com Márcio Pires de Paiva, da Sulgás; e soluções eficientes e tendências em HVAC, com Katuaki Hayashida Junior.

– São todos temas fundamentais para o setor refrigerista. Os painelistas que conseguimos reunir nestes três dias de Mercofrio 2016 são extremamente qualificados e nos dão um panorama importantíssimo sobre tendências e evoluções da área. Creio que consolidamos o evento como a grande vitrine de discussões do setor de ar condicionado, refrigeração, aquecimento e ventilação do Brasil – apontou Mário Alexandre Ferreira.

Prêmio ANPRAC

O segundo dia do Mercofrio 2016 teve, também, a entrega do Prêmio ANPRAC, ofertado pela Associação Nacional de Profissionais de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento para os melhores trabalhos apresentados no início do evento.

“Uso de Energias Renováveis na Climatização”, de autoria de Paulo Roberto Wander, foi o melhor trabalho na categoria Ar Condicionado. Na categoria Refrigeração, o vencedor foi “Comparação de Sistemas de Refrigeração de CO2 em Cascata com R134A e R404A”, elaborado por Enio Bandarra. Finalmente na categoria Inovação, o trabalho “Effect of Fins on Enhancing Ice Formation in Cold Storage Applicatios”, de Kamal Ismail, foi o ganhador do Prêmio ANPRAC.

A entrega da premiação foi realizada pela presidente da ASBRAV, Hani Lori Kleber; pelo presidente da ANPRAC, Luiz Emilson Leiria; pelo diretor de Ensino e Treinamento da ASBRAV, Dr. Paulo Otto Beyer; e pelo professor da Universidade de Brasília, João Pimenta.

O último dia de atividades do Mercofrio 2016 ocorre na quinta-feira (15/09), a partir das 8h30min, na Fiergs, em Porto Alegre.