O Brasil está na liderança sul-americana do movimento internacional de Green Building para o desenvolvimento sustentável. O protagonismo brasileiro será debatido durante a 6ª Greenbuilding Brasil – Conferência Internacional & Expo, que acontecerá em agosto, em São Paulo

Hoje, o US Green Building Council (USGBC) anunciou que o Brasil ocupa a quarta posição no segundo ranking anual do USGBC dos “Top 10” Países do LEED – sistema de classificação de green building mais utilizado  e amplamente reconhecido no mundo. A lista dos “Top 10” países LEED os classifica em termos de metragem quadrada construída e números de projetos certificados LEED até a presente data. O anúncio ocorre em um momento de especial atenção internacional sobre a mitigação das mudanças climáticas que prevalecerá em destaque até a COP21 – negociações climáticas das Nações Unidas que ocorrerá no próximo mês de dezembro. O protagonismo brasileiro no cenário mundial de green buildings será debatido durante a 6ª Greenbuilding Brasil – Conferência Internacional & Expo, que acontece de 11 a 13 de agosto, em São Paulo.

O Brasil é um dos cinco países que compõe o BRIC (também composto por China, Rússia, Índia e África do Sul) a integrar a lista dos “Top 10” países LEED em 2015. O vasto mercado nacional e em ascensão no segmento de green building demonstra que uma das potências econômicas emergentes mais importantes da comunidade internacional está, de forma ativa, buscando maneiras para garantir um crescimento econômico sustentável e responsável. O Brasil foi destaque no ano passado por ser o país que obteve a maior queda do mundo em emissões de gases de efeito estufa, com base em seus esforços bem-sucedidos de combate ao desmatamento. A emersão do Brasil como um país na vanguarda do movimento de sustentabilidade tem o potencial de provocar o crescimento no mercado do LEED para as Américas do Sul e Central, devido à referência nacional como modelo econômico e político regional para os países vizinhos.

“Pela manutenção de uma forte posição de liderança nos movimentos de green buildings e sustentabilidade ambiental baseados no uso generalizado do LEED, o Brasil está demonstrando ao mundo que é possível buscar crescimento e desenvolvimento econômico sem sacrificar o compromisso de proteger o nosso planeta”, disse Rick Fedrizzi , CEO e presidente fundador do USGBC.” Sendo uma das potências econômicas do novo século em ascensão, o movimento da sustentabilidade brasileira está ajudando a traçar um novo caminho, mais justo e responsável para o progresso econômico e social”, completa Fedrizzi.

A lista dos “Top 10” Países destaca países fora dos EUA que estão realizando progressos significativos em projeto, construção e reforma de edifícios sustentáveis, ilustrando a crescente demanda internacional por edifícios com a Certificação LEED. Espaços com a certificação LEED utilizam menos recursos hídricos e energéticos, são mais econômicos tanto para famílias, empresas e contribuintes, reduzem as emissões de carbono e criam um ambiente mais saudável para os moradores, trabalhadores e para a comunidade em geral.

Certificação LEED no mundo

Todos os dias, cerca de 172 mil m2 de espaço são certificados utilizando a ferramenta LEED, e há atualmente mais de 69.800 projetos comerciais e institucionais, o que representa 1.230 bilhões de m2 de área que participam no sistema de classificação de green building. Além de 76.500 unidades residenciais adicionais que foram certificados sob o sistema LEED for Homes. Atualmente projetos LEED podem ser encontrados em mais de 150 países e territórios em todo o mundo.

Os 10 países contemplados na lista de 2015 são culturalmente e geograficamente diversificados e representam sete das 20 maiores economias do mundo pelo Produto Interno Bruto (PIB) (China, Alemanha, Brasil, Índia, Canadá, Coréia do Sul e Turquia), bem como seis dos 11 maiores emissores de gases de efeito estufa (China, Índia, Alemanha, Coreia do Sul, Canadá e Brasil). Os Estados Unidos, país de nascimento do LEED, não estão incluídos nesta lista, mas continua a ser o maior mercado do mundo no que tange a Certificação LEED. Os EUA são a maior economia do mundo pelo PIB, bem como o segundo maior emissor mundial de gases de efeito estufa.

A classificação total é a seguinte:

Classificação

País

Metragem quadrada de espaços LEED certificados (milhões)

Metragem quadrada total de espaços LEED certificados e registrados (milhões)

Número total de projetos registrados e certificados LEED

1 Canadá

26.63

63.31

4,814

2 China

21.97

118.34

2,022

3 Índia

13.24

73.51

1,883

4 Brasil

5.22

24.50

991

5 Coreia

4.81

17.47

279

6 Alemanha

4.01

8.42

431

7 Taiwan

3.84

9.08

149

8 Emirados Árabes

3.13

53.44

910

9 Turquia

2.95

23.74

477

10 Suécia

2.54

4.20

197

** Estados Unidos

276.90

727.34

53,908

O suporte ao LEED é generalizado em todo o Brasil, com 29 organizações membros USGBC, incluindo grandes empresas espalhadas por todo o país como a Coca-Cola Brasil e a Odebrecht Realizações Imobiliárias. Existem mais de 271 profissionais LEED credenciados que operam no Brasil nos setores de arquitetura, construção e design. A certificação LEED Gold é o nível de certificação mais realizado no Brasil, contando com quase 43 por cento de todos os projectos de certificação LEED do país.

De acordo com Felipe Faria, diretor executivo do GBC Brasil, a diversidade de tipologias de projetos presentes no país abre grandes oportunidades para os próximos anos. “O que nos deixa orgulhosos é que os projetos não se limitam apenas a edifícios comerciais, mas também plantas industriais, data centers, armazéns, shopping centers, lojas, escolas, edifícios públicos, bibliotecas, museus, centros esportivos, projetos de bairros, edifícios residenciais, edificações existentes. Isso sem falar em Associações e ONGs que estão envolvidas de forma colaborativa promovendo as práticas de green building. Esta atmosfera positiva irá acelerar exponencialmente a transformação que deve ser feita”, afirma o executivo.

Para faria, o anúncio vem em um momento em que a comunidade internacional está vislumbrando as negociações da ONU em Paris como uma chance historica significativa para encontrar soluções reais, vinculadas à mudança climática. “O anúncio do USGBC é um sinal de que um ‘milagre econômico verde’ está próximo de nosso alcance”, finaliza o executivo.

Alguns dos projetos relevantes que foram certificados no Brasil em 2014 incluem:

• Rio de Janeiro: Estádio do Maracanã , LEED Silver

• São Paulo: Plaza Gourmet Morumbi Corporate , LEED Gold

• Fortaleza: Paco das Aguas, LEED Certified

• Rio de Janeiro: Shopping Jardim Guadalupe, LEED Certified

• Brasília: Verde Towers Brasília, LEED Gold

Greenbuilding Brasil 2015 será realizado durante o mês de agosto, em São Paulo

Em sua 6ª edição, o evento deste ano trará sessões educacionais completas dedicadas ao tema “água”. Na oportunidade serão tratados assuntos importantes como a gestão da água nas edificações e na indústria, a relação da água e o verde, e os desafios da sustentabilidade nas cidades brasileiras, a otimização do uso de água potável e os recursos de água não potável, entre outros. O tema “eficiência energética” é outro destaque das sessões. Serão debatidos temas como o Programa Nacional para a Energia Renovável, do Ministério do Meio Ambiente, os desafios e oportunidades para a indústria e o papel dos smart grids são alguns dos assuntos que estarão em pauta. A abertura do evento contará com a participação da ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva.

Para Felipe Faria, o Brasil já atingiu o patamar de grande potência quando o assunto é construção sustentável. “A realização deste evento demonstra a maturidade que o Brasil alcançou neste segmento ao longo dos anos. Para nós é uma satisfação poder compartilhar inovação e conhecimento sobre este importante mercado, estratégico para o desenvolvimento econômico e social do Brasil”, afirma o executivo.

A Greenbuilding Brasil 2015 conta também com um extenso espaço de exposições, que receberá empresas nacionais e internacionais que apresentarão suas soluções destinadas ao mercado de construções sustentáveis. Assim como nas edições anteriores, a Greenbuilding Brasil receberá um público qualificado, composto por tomadores de decisão do mercado de construção sustentável, diretores de empresas, arquitetos, construtoras e incorporadoras, engenheiros, prestadores de serviço, entidades governamentais, instituições financeiras, associações e instituições das áreas socioambientais, desenvolvimento sustentável, habitação, planejamento urbano, energia, água, entre outros.

Sobre o GBC Brasil – A organização não governamental é um ponto de referência para a indústria da construção sustentável no país, utilizando as forças de mercado para conduzir a adoção de práticas de green buildings em um processo integrado de concepção, implantação, construção e operação de edificações e espaços construídos.

Sobre o USGBC – O US Green Building Council (USGBC) tem o comprometimento com um futuro próspero e sustentável por meio de edificações econômicas e energenticamente eficientes. O USGBC tem a missão de transformação do mercado através do seu programa de green building LEED, programa de educação, e de sua rede nacional e internacional de empresas afiliadas,  Conferência anual Greenbuild Internacional & Expo , o Centro de Escolas Verdes, bem como forncendo apoio à políticas públicas que incentivem e possibilitem a implementação de green buildings e comunidades mais sustentáveis. Para mais informações visite usgbc.org, e navegue em Green Building Information Gateway (GBIG) e conecte via TwitterFacebook LinkedIn.

Sobre a Clarion Events – Por mais de 65 anos, a Clarion Events dedica-se à promoção e organização de feiras de negócios, eventos e congressos. Reúne aproximadamente 700 mil pessoas e 12 mil expositores e patrocinadores em mais de 200 eventos realizados ao redor do mundo. A Clarion Events tem presença global – atua em 12 escritórios em nove países (Inglaterra, Brasil, África do Sul, Alemanha, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos, Holanda, Cingapura e Turquia) e está no Brasil desde 2008.

Serviço
6ª Greenbuilding Brasil – Conferência Internacional e Expo
Data: 11 a 13 de agosto de 2015
Horário de exposição: 10h – 20h
Horário do congresso: 9h30 – 18h30
Local: Transamerica Expo Center
Endereço: Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro – São Paulo
Mais informações: http://www.expogbcbrasil.org.br/.