Revista ASBRAV – Artigo apresentado no Mercofrio 2018

O uso de energia solar mostra-se um grande aliado para reduzir o consumo de energia elétrica não renovável, ganhando cada vez mais espaço no mercado mundial. Neste contexto, o presente trabalho tem como objetivo principal estudar o comportamento de um sistema autônomo de ar condicionado que utiliza, como fonte de eletricidade, módulos fotovoltaicos. Buscando avaliar a autonomia desse sistema, escolhe-se uma edificação padrão e simula-se o seu comportamento através do software TRNSYS. As simulações são realizadas para dez cidades brasileiras, nas condições climáticas correspondentes aos períodos do ano de maior irradiância e menor irradiância. A carga térmica de resfriamento é utilizada para dimensionar a potência de operação do gerador fotovoltaico autônomo. Cidades com clima frio apresentam menor carga térmica de resfriamento, fazendo uso do ar condicionado com menor frequência, consequentemente, carregando completamente as baterias. Em cidades próximas ao Equador, não se consegue carregar plenamente as baterias do sistema, entretanto o ar condicionado recebe a energia necessária para seu funciona-mento.

Autores:

Felipe Rodolfo Schmitt Gabbardo – felipersgabbardo@gmail.com

Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, http://www.ufrgs.br/promec/

Cirilo Seppi Bresolin – cirilo.bresolin@ufrgs.br

Leticia Jenisch Rodrigues – leticia.jenisch@mecanica.ufrgs.br

Departamento de Engenharia Mecânica –Universidade Federal do Rio Grande do Sul, http://www.ufrgs.br/ufrgs/inicial

Confira aqui o artigo em sua íntegra